Híbridos

Mitsubishi Outlander PHEV chega ao Japão de cara nova

Variante híbrida adotou o novo visual do utilitário

mit outlander phev (Copy)

O novo Mitsubishi Outlander com visual renovado já está à venda no Brasil. Já a variante híbrida do utilitário, apesar de chegar cerca de um mês antes, veio atrasada ainda com o visual antigo do modelo. No Japão, porém, o Outlander PHEV já está de cara nova – mas com mudanças bem discretas em relação às outras configurações.

Leia mais ›

Tesla Model S ganha potência e chega aos 762cv

Com atualização, o modelo vai de 0 a 96km/h em 2,8 segundos

tesla_model_s_30

Já classificado como o carro elétrico mais rápido do mundo, o Tesla S ficou ainda mais poderoso. Com novas atualizações disponibilizadas pela marca, o modelo poderá ter ainda sua autonomia estendida.

Leia mais ›

por 18 de julho de 2015 Exóticos, Híbridos, Tesla

Superesportivo elétrico chinês será revelado no próximo dia 26

Concebido pela Youxia, será baseado no Hyundai Genesis Coupé

youxia one

A Youxia Motors mostrará, em alguns dias, que nem só de cópias e modelos baratos vivem as montadoras de automóveis da China. A fabricante marcou para o próximo dia 26 de julho a apresentação de seu inédito superesportivo elétrico. Inicialmente um conceito, o modelo terá sua versão de produção pronta em 2016. Uma contagem regressiva já é feita no site da marca.

Leia mais ›

por 17 de julho de 2015 Conceitos, Híbridos

Honda lança City híbrido com câmbio de dupla embreagem por R$ 42,1 mil no Japão

Sedã japonês tem consumo médio de 34,4km/l

grace_Frente A Honda lançou no Japão a versão híbrida do sedã City – chamado de Grace no mercado local. O Grace Hybrid conta com um motor a combustão e um elétrico. Os propulsores estão associados ao câmbio automático de dupla embreagem – DCT – com sete velocidades. O conjunto faz com que o sedã alcance um consumo médio de 34,4km/l. E, enquanto o brasileiro paga a partir de R$ 53 mil por um Honda City com motor flex, os japoneses conseguem o híbrido por cerca de R$ 42.150 – 1.950.000 ienes.   Honda-Grace-Hybrid-22-620x387 Por fora, o carro tem praticamente a mesma aparência do modelo vendido no Brasil. Os destaques estão na grade dianteira, banhada em platina, e nos faróis de LEDs opcionais. Há ainda rodas de liga leve de cinco raios e alguns detalhes cromados na traseira. Já no interior, a Honda destaca o espaço para os ocupantes do banco traseiro, que garante ser semelhante ao do Accord. Honda-Grace-Hybrid-42-620x442 Sob o capô está o 1.5 DOHC i-VTEC, com 110cv de potência e 13,6kgfm de torque. Os números somam-se aos 108cv (81kW) e 16,3kgfm entregues pelo motor elétrico. Há ainda uma versão com tração integral. Nesta configuração, a média de consumo cai para 29,4km/l. Honda-Grace-Hybrid-29-620x420 (1)

por 2 de dezembro de 2014 Híbridos, Honda, Lançamentos

Honda prepara aposentadoria dos ecológicos Insight e Fit EV

Modelos com tecnologias de nova geração serão lançados no futuro

2013 Honda Fit EV
A gama de modelos amigos do meio ambiente da Honda vai diminuir no final deste ano. A fabricante japonesa já se prepara para retirar do mercado o híbrido Insight – principal concorrente do Toyota Prius – e o Fit EV, versão elétrica do monovolume, que não terá uma nova geração. 2013 Honda Fit EV
A informação partiu de Sage Marie, da porta-voz da fabricante japonesa, em entrevista ao site Edmunds. A decisão teria sido motivada pelas baixas vendas do Insight nos mercados mais importantes – Estados Unidos e Europa. O Fit elétrico, por sua vez, teria vendas limitadas a 1100 unidades e é comercializado apenas por leasing. De toda forma, a Honda garante que não desistiu das tecnologias, e que deverá lançar no futuro modelos equipados com novas tecnologias de sistemas híbridos e elétricos.
2012 Honda Insight EX with Navigation
Esta geração do Honda Insight foi lançada em 2009 e conta com motor a gasolina de 1.3 litro i-VTEC, associado a um elétrico e que juntos geram até 98 cavalos. O Honda Fit EV, por sua vez, tem motor elétrico de 123 cv de potência, e bateria que garante autonomia de 132km.
autowp.ru_honda_insight_au-spec_10

por 4 de agosto de 2014 Híbridos, Honda, Mercado, Tecnologia

BYD Qin – sedã híbrido para expandir seus mercados

Aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 5,9 segundos

 

BYD-China-2[3]

A chinesa BYD revelou o Qin, um sedã plug-in híbrido com o qual a marca pretende alcançar outros mercados, incluindo o europeu, a partir do próximo ano. Apenas 100 unidades serão disponibilizadas inicialmente para o mercado chinês, com preços entre 32.435 e 35.840 dólares.

BYD-China-3[3]

O Qin (que deverá ter nome alterado em outros mercados) possui motor 1.5 turbo a gasolina combinado com dois motores elétricos. Quando todos trabalham juntos a potência máxima é de 303 cv e o torque de 44,9 kgfm. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 5,9 segundos e a velocidade máxima é de 185 km/h. Bons números, mas o melhor está no rendimento de um litro de combustível: 62,5 quilômetros (62,5 km/l). O carro pode ser dirigido apenas com utilização dos motores elétricos, com autonomia de 70 quilômetros.

BYD-China-4[3]

Quatro modos de condução podem ser escolhidos: EV+ECO, EV+SPORT, HEV+ECO e HEV+SPORT. Entre os esquipamentos estão ESP, freio de estacionamento elétrico, sensor de pressão nos pneus, um sistema que permite manobrar o carro pelo lado de fora em baixas velocidades, tela de 12,1 polegadas com painel de instrumentos, 12 airbags e sistema ISO-FIX para cadeiras de bebê. As primeiras imagens mostram a parte de fora do carro, mas o interior ainda é um segredo. Fonte | Carscoop

por 17 de janeiro de 2014 BYD, Híbridos

Salão de São Paulo – Toyota Prius chega com preço salgado

DSCF5028[5]
A Toyota apresentou algumas novidades no Salão de São Paulo. Até mesmo o próprio Etios, nas versões hatch e sedã, ainda era uma relativa novidade, tendo sido lançado há alguns poucos meses. Mas, sem dúvida, o grande destaque da montadora japonesa em São Paulo foi o híbrido Prius. E, se por um lado a chegada dele foi um avanço para o nosso mercado, por outro foi razão de algumas reclamações da mídia. Se finalmente o brasileiro tem a oportunidade de ter um carro híbrido – somando-se ao Fusion Hybrid e o Mercedes S400 Hybrid –, por outro ele chega custando R$ 120 mil, ou seja, preços novamente impraticáveis para o nosso mercado. E que provavelmente continuarão impraticáveis até que o Governo coloque os híbridos e – futuramente – os elétricos em posição mais privilegiada, dada a economia e apelo ecológico que possuem. IMG_2965
O Prius já vendeu mais de 2,8 milhões no mundo todo desde que foi lançado, em 1997. E a Toyota aproveitou a vitória da equipe oficial de fábrica nas 6 Horas de São Paulo – com o TS030, que também é híbrido – para reforçar esse tipo de tecnologia da marca.
DSCF5412

A tecnologia, que segue o conceito chamado de “Hybrid Sinergy Drive”, foi bastante reforçada por Luiz Carlos Júnior, vice-Presidente da Toyota Mercosul, explicando que através desse conceito os carros podem rodar tanto com apenas um motor, como com os dois juntos, a depender da demanda de potência, torque ou economia.Na ocasião, Luiz Carlos Júnior também entregou a chave do primeiro Prius brasileiro para o jogador Zico – que ainda tem um Celica que ganhou no Mundial de Clubes em 1981. O começo das vendas dele no País será em 2013. 
DSCF5027[4]
O Prius, como muita gente já deve saber, é movido por dois motores – um a gasolina e um elétrico – que combinados, geram 138 cv de potência, sendo que, graças à combinação dos motores, o híbrido pode ter médias de consumo de 21 km/l completado por transmissão automática. No painel há visores digitais de velocidade, e de outras informações do carro. Além da versão comum, há também o GS, que possui maior apelo esportivo. A coletiva da Toyota ainda teve a presença do Presidente da Toyota Mercosul, Shun Nakanishi, que ressaltou a resposta positiva dos consumidores quanto ao Etios, e revelou que há planos de aumentar a produção do – ainda novo – compacto para 100.000 unidades.
IMG_2966
Fotos | Henrique Rodriguez, Pedro Ivo Faro

por 27 de outubro de 2012 Híbridos, Salão de São Paulo, Toyota

Peugeot lança 508 Hybrid4 na Europa; sedan emite menos de 100g/km de CO2

Peugeot-508-Hybrid4-3
A Peugeot lançou a versão Hybrid4 do sedan 508 na Europa. Mesclando um propulsor movido a Diesel e outro elétrico, a versão chega agora ao modelo sedan, já que era oferecida outrora na versão station wagon (RHX) e na SUV (4008). Por 31.450 libras, cerca de R$ 101.280 – menos que o 508 vendido no Brasil –, o 508 é uma opção verde em meio às recentes e rígidas leis de emissões na Europa, emitindo 95 g/km de CO2. Quase o mesmo que um smart. Combinando um motor movido a Diesel de 163 cavalos, responsável pelas rodas da frente, e um elétrico de 36 cv, que comanda as da frente, o 508 Hybrid4 vai de 0 a 100km/h em 9 segundos e chega a 203 km/h. O consumo, de acordo com a Peugeot, é de cerca de 27 km/l. O carro pode alternar entre quatro estilos de direção: 100% elétrico, tração nas quatro rodas, Auto e Sport, que podem ser acionados por um comando giratório no console central. Peugeot-508-Hybrid4-1
Em razão do acréscimo do motor elétrico na traseira, o porta-malas perdeu espaço: agora, ele conta com 355 litros, 160 a menos do que a versão original. A versão é discreta e pode ser reconhecida através de um logotipo na grade. As diferenças no consumo e nos níveis de poluição, entretanto, não são nada discretas. A Peugeot, inclusive, aproveitou a Rio+20 para propagandear esta linha de modelos. Uma pena que carros a Diesel sejam proibidos no Brasil.

Com informações do Carscoop
por 22 de junho de 2012 Europa, Híbridos, Lançamentos, Peugeot

Porsche 918 Spyder entra na fase final de testes

Porsche-918_Spyder_Prototype_2012_1280x960_wallpaper_02
Com lançamento previsto para 2013 – mais precisamente em setembro – no Salão de Frankfurt, o Porsche 918, híbrido superesportivo da marca, já entra na fase final de testes. Inspirado no 917 de corrida da década de 70, o bólido tem dois motores elétricos e mais um à combustão, que somam 780 cavalos, serão responsáveis por mover o alemão. Com preço de 645 mil euros (R$ 1,7 milhão sem os impostos), as primeiras unidades deverão ser entregues no final do ano que vem. Porsche-918_Spyder_Prototype_2012_1280x960_wallpaper_04
São três motores os responsáveis por mover o carro: um V8 4.6 de 580 cv movido à gasolina somado a um elétrico de 107 cavalos movimentam as rodas traseiras. Um outro motor elétrico de 120 cavalos comanda o eixo dianteiro. A soma dos três são o necessário pra levar o bólido aos 325 km/h e partir da imobilidade aos 100 km/h em apenas 3 segundos. Para não perder do bólido, o motorista conta com uma ajuda especial: além da suspensão multilink, quando for preciso um  sistema eletromecânico comanda o esterçamento de cada uma das rodas traseiras. Porsche-918_Spyder_Prototype_2012_1280x960_wallpaper_05
Para voltar a imobilidade, o conjunto de freios com discos de cerâmica conta com sistema regenerativo já presente em outros veículos híbridos, que transforma parte da energia cinética em carga para as baterias de 202 kW que alimentam os motores elétricos. A marca alemã promete um consumo de até 30 km/l com o sistema híbrido ativo, mas não informou a autonomia do superesportivo. O bólido poderá ser pilotado no modo elétrico por 25 km e alcançar até 150 km/h. Fonte | UOL Carros

por 15 de maio de 2012 Híbridos, Porsche, Segredos

Audi apresenta conceito A6 e-tron em Pequim

69588614109c4a1ef5c2b
Os chineses parecem mesmo gostar de sedans. E a Audi não deixou de apostar em um conceito nesse segmento. Apresentado em uma versão híbrida, o A6 não seguiu a nomenclatura “hybrid” adotada na europa. Apresentado em Pequim como A6 e-tron, o modelo compartilha muitos detalhes técnicos com a versão europeia do sedan. Mas a diferença está na autonomia do motor elétrico. 7104892549a20ffff330b Movido por um motor 2.0 TFSI à gasolina de 211 cavalos, é associado à um motor elétrico que, nesta versão conceito, soma 95 cavalos. Andando à 60 km/h constantes, o motor elétrico consegue uma autonomia de 80 km. Para efeito comparativo, a versão híbrida europeia – que conta com uma bateria bem menor – é capaz de andar apenas 3 km no modo 100% elétrico. Especula-se que uma versão híbrida deverá ser produzida para o mercado chinês. Mas, em termos de autonomia, deverá seguir o já produzido na europa. 6958861938cca7e65d9db6958862660a9d49411d9b Fonte | Autoblog

por 23 de abril de 2012 Audi, Conceitos, Híbridos, Salão de Pequim