Caminhão a álcool de 1987 nunca rodou e pode ser seu por R$ 370 mil

Loja de Campinas está pedindo R$ 370 mil por um Volkswagen 22-160
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Caminhão Volkswagan a álcool
Caminhão Volkswagen movido a álcool

Provavelmente você nunca ouviu falar de caminhões movidos a etanol. Eu mesmo não os conhecia. Pois eis que uma unidade de um Volkswagen 22-160 de 1987 movido pelo combustível vegetal está à venda, anunciada pela tradicional loja Reginaldo de Campinas.

O exemplar em questão rodou apenas 135 km e nunca pegou no batente. Considerando que caminhões costumam rodar centenas de milhares de quilômetros, essa centena faz ele ser praticamente zero-km.

Mais do que isso, parece que acabou de sair de linha de produção. Dessa forma, não era difícil imaginar que o preço de venda seja uma pequena fortuna: R$ 370.000.

Caminhão Volkswagan a álcool
Caminhão a álcool rodou apenas 135 km

VEJA MAIS

Como comparação, um Constellation 23.230 novo, que tem porte e capacidades equivalentes aos do antigo 22-160, custa R$ 358.609, segundo a tabela Fipe.

Só que ele não tem o charme do antigo Volkswagen 1987. Para ter ideia do perfeito estado de conservação do modelo, todos os adesivos de fábrica ainda estão no para-brisa. A pintura é original, e os pneus ainda exibem os “cabelos” típicos de exemplares novos.

De acordo com o lojista, o primeiro emplacamento do caminhão foi apenas em 2018.

Caminhão Volkswagan a álcool
Letreiro no tanque indica o combustível a ser usado

Caminhão a álcool, sim, senhor

Muito antes do álcool se chamar etanol, houve um grande esforço para que veículos comerciais fossem equipados com motores capazes de queimar o combustível vegetal.

A solução encontrada para a Volkswagen nos anos 1980 foi equipar seus caminhões com motores V8 de 5.2 litros produzidos pela Dodge. Eles eram adaptados para consumir álcool. A potência era de pouco mais de 150 cv.

Ele tinha câmbio manual de 5 marchas e tração 6×4, com acionamento na própria cabine.

Interior do caminhão Volkswagen a álcool

Apesar de todo o lobby para o uso do álcool em veículos comerciais, eles são uma raridade atualmente. No vídeo de descrição desse Volkswagen, o anunciante afirma que talvez este seja o único exemplar restante, dos quase 600 produzidos.

Mas quem comprava um caminhão movido a álcool quando o diesel já era uma tecnologia bastante difundida? As próprias usinas produtoras de álcool.

Porém, a ideia do caminhão a álcool foi abandonada, não apenas pela Volkswagen, mas em todas as outras fabricantes.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Comentários